post

O vale do Tua, um dos últimos rios da Europa em estado natural e um dos mais belos de Portugal. Com a destruição da centenária linha ferroviária do Tua, perdeu-se para sempre um vale com paisagens naturais e humanizadas de rara beleza, com elevado valor patrimonial e turístico. Com a construção da barragem, estão a ser cometidos danos irreparáveis sobre um património de inestimável valor social, ecológico e económico, parte da nossa herança cultural e identidade nacional. Para que não se perca toda a memória, a ZERO levou sábado, dia 17 de Setembro, um numeroso grupo de associados e amigos a percorrer um dos trilhos deste vale encantado, onde uma paisagem de valor inestimável a todos encantou. O percurso foi guiado por investigadores de diversas áreas científicas que enriqueceram sobremaneira a iniciativa. No final dos nove quilómetros percorridos, teve lugar uma prova de vinho regional ilustrada por uma guia que explicou a complexidade da produção da cooperativa local que produz também os moscatéis de Favaios. Já noite, com muitas fotografias, conhecimentos e histórias partilhadas, houve o regresso ao Porto com vontade de fazer mais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *