post

Como é do vosso conhecimento, no passado mês de Maio, Portugal teve o consumo de eletricidade garantido apenas por fontes renováveis durante 107 horas consecutivas. Este facto, de enorme relevância, motivou a estação CNN International a deslocar-se a Portugal para a produção de uma reportagem de fundo no âmbito do seu programa “Eco Solutions”*. 

Para a realização deste trabalho, a CNN contou com a participação de várias entidades: Das associações APREN– Associação Portuguesa de Energias Renováveis e ZERO– Associação Sistema Terrestre Sustentável, da Cooperativa Coopérnico e da EDP e Acciona.

Com filmagens nas centrais electroprodutoras de Alqueva (energia hídrica), Amareleja (solar) e Tavira (solar descentralizada), a reportagem abordou o percurso que tem sido feito na área da eletricidade renovável em Portugal e as perspetivas para o futuro do sector.

O programa completo pode ser visto em:

http://edition.cnn.com/specials/world/eco-solutions

http://edition.cnn.com/2016/09/01/world/eco-solutions-renewables-spc/index.html

e para ele pedimos desde já a vossa melhor atenção. 

*Sobre o programa Eco Solutions: o programa Eco Solutions tenta encontrar respostas para alguns dos nossos “problemas verdes”, principalmente os que são levantados pelos quase 7,5 biliões de pessoas que vivem no nosso planeta. “Como vamos lidar com os desafios ambientais?” tem sido o lema deste programa mensal da CNN International, um canal que chega, atualmente, a mais de 271 milhões de casas em todo o mundo. 

Sobre a APREN:

A Associação Portuguesa de Energias Renováveis (APREN) é uma associação sem fins lucrativos, constituída em outubro de 1988, com a missão de coordenação, representação e defesa dos interesses comuns dos seus Associados.

A APREN desenvolve trabalho em conjunto com organismos oficiais e outras entidades congéneres, a nível nacional e internacional, constituindo um instrumento de participação na elaboração das políticas energéticas para Portugal, promovendo o aproveitamento e valorização dos recursos renováveis nacionais para produção de eletricidade.

Mais informação disponível em www.apren.pt. 

Sobre a ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável:

A ZERO nasce, em finais de 2015, do interesse comum de cerca de uma centena de pessoas pela concretização do desenvolvimento sustentável em Portugal.

O ADN da Associação comprova a ambição de intervir na sociedade portuguesa através de uma participação pró-ativa na defesa dos valores da sustentabilidade, por se entender que só através do equilíbrio entre ambiente, sociedade e economia será possível construir um mundo mais coeso, social e economicamente, em pleno respeito pelos limites naturais do planeta.

A intervenção da ZERO assenta em ideias sólidas e num diálogo permanente com os diferentes atores-chave para alcançar as suas metas.

Mais informação disponível em www.zero.ong

Sobre a Coopérnico:

A Coopérnico é a primeira cooperativa de energias renováveis em Portugal e foi fundada em 2013. Tem como objetivo envolver os cidadãos, as organizações do terceiro setor e as empresas na criação do novo paradigma energético – renovável e descentralizado – em benefício da sociedade e do meio ambiente, tendo como visão um modelo energético renovável, justo e responsável que contribua para um futuro social, ambiental e energeticamente sustentável.

Atua promovendo o investimento dos seus membros em projetos de produção de eletricidade a partir de fontes renováveis, comercializando eletricidade aos seus membros através de uma parceria e apoiando-os na melhoria da eficiência no uso que fazem da energia.

Mais informação disponível em www.coopernico.org.

 

Lisboa, 14 de Setembro de 2016

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *