post

SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO E DO AMBIENTE DESAFIA PORTUGUESES

menosumcarro

Durante a Cerimónia da Assinatura do Manifesto “Menos Um Carro”, que contou com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, o Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, sugeriu a criação de uma plataforma onde o cidadão possa comprometer-se com a causa deste Movimento, desafiando-o a assumir o “compromisso” de agir e respeitar a mobilidade sustentável.

Duarte Cordeiro, Vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa, assinalou este dia como aquele que “representa o crescimento do Movimento ‘Menos Um Carro’”, acrescentando ainda que, a Câmara de Lisboa, partilha “integralmente e sensivelmente todos os objetivos do movimento”, uma vez que, “a mobilidade sustentável é, sem reservas, uma prioridade da Cidade”.

Também José Mendes, Secretário Adjunto e do Ambiente, concordou que o Estado tem a “obrigação de estar com estes movimentos” e que “podem contar” com ele, uma vez que este “é um assunto da máxima importância”.

dsc_1211

Na Assinatura do Manifesto “Menos Um Carro” marcaram presença a ACAM – Associação de Cidadãos Automobilizados, a APVE – Associação Portuguesa do Veículo Elétrico, a APVGN – Associação Portuguesa do Veículo a Gás Natural, a Carris, a CP – Comboios de Portugal, o Grupo Barraqueiro, o IMT – Instituto da Mobilidade e dos Transportes, a Lisboa E-NOVA, a LPN – Liga para a Proteção da Natureza, o Mobiletric, a PRP – Prevenção Rodoviária Portuguesa, a UBER Portugal e a UGC – União Geral dos Consumidores, elevando para 34 o número de entidades parceiras do Movimento.

A DECO e a RTP que também integraram o Movimento assinarão o Manifesto posteriormente. O Secretário de Estado José Mendes reconheceu por isso à Estação Pública a adesão a este Movimento, uma vez que, “é a Televisão Pública, ao Serviço Público, que compete apoiar e sensibilizar para estes temas”.

Criado em 2009, o Movimento “Menos Um Carro” conta na sua fundação com 20 entidades, nomeadamente, a ACAPO, a AERLIS – Associação Empresarial da Região de Lisboa, a APA – Agência Portuguesa do Ambiente, a AMTL – Área Metropolitana de Lisboa, a ASPEA – Associação Portuguesa de Educação Ambiental, a Associação Salvador, a Câmara Municipal de Lisboa, a Carris, a Direção-Geral de Saúde, a EMEL, a FPCUB – Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta, a GEOTA, o IMT – Instituto da Mobilidade e dos Transportes, o IPDJ – Instituto Português do desporto e da Juventude, o Metro de Lisboa, a PSP, a Quercus, a Siemens, os TIS – Consultores em Transportes, Inovação e Sistemas, e a Universidade Católica Portuguesa.

Durante a Semana Europeia da Ecomobilidade, o Movimento “Menos um Carro” deu mais um passo no cumprimento do objetivo de ganhar dimensão nacional, com a integração da Câmara Municipal de Almada, da ECALMA – Empresa Municipal de Estacionamento e Circulação de Almada, da Fertagus, da MTS – Metro Transportes do Sul, da TST – Transportes Sul do Tejo e da Zero – Associação Sistema Terrestre Sustentável.

No Manifesto as entidades comprometem-se a juntar esforços para sensibilizar a mudança de atitudes e comportamentos face aos padrões de deslocação quotidianos, a difundir e produzir informação sobre as iniciativas dedicadas ao tema da mobilidade sustentável, a desenvolver a plataforma www.menosumcarro.eu, e a contribuir para a expansão do Movimento “Menos Um Carro”. Pretende alcançar-se uma sociedade mais solidária, sustentável e ecoeficiente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *