174

1. Promover ações que contribuam para travar e reverter a degradação ambiental e a insustentabilidade no uso dos recursos naturais. E como? Fomentando um desenvolvimento sustentável assente em princípios de redução do consumo, na promoção de energias renováveis e da economia circular – sempre com o objetivo de respeitar os limites do planeta e promover a equidade e coesão sociais.

2. Valorização da biodiversidade e defender os serviços prestados pelos ecossistemas.

3. Desenvolver projetos demonstrativos de sustentabilidade e ativadores de envolvimento social, com iniciativas próprias ou cooperando com outras instituições no desenvolvimento local e comunitário, na economia social e na criação de empreendedorismo ambiental.

4. Promover a cidadania ambiental, incentivando a participação pública e o envolvimento dos cidadãos através de ações de sensibilização, formação e educação para  uma produção e consumo sustentáveis e responsáveis.

5. Contribuir para a difusão do conhecimento científico e colaborar em projetos de investigação relevantes para o cumprimento dos objetivos de intervenção ambiental.

6. Colaborar com associações congéneres, movimentos ou iniciativas, entidades públicas ou privadas, e integrar federações nacionais ou internacionais que se enquadrem nos seus objetivos de intervenção.

7. Estabelecer-se como um polo de reflexão  sobre o futuro da área da sustentabilidade com o objetivo de influenciar políticas públicas a nível nacional, europeu e global, promovendo a mudança social nesse sentido.

8. Contribuir para a cooperação de todos os Estados e povos com o objetivo de fazer dos desafios ambientais e das metas de sustentabilidade económica e justiça social, um fator de unidade e paz.

A  ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável é uma associação de âmbito nacional sem fins lucrativos e exerce a sua atividade com total independência relativamente aos partidos políticos, empresas e entidades com fins lucrativos, associações de natureza confessional e ao governo.