A ZERO conta com um conjunto de pessoas que assumiram o compromisso de intervir na sociedade portuguesa pela defesa das questões ambientais. Conheça os rostos que entram em ação com a ZERO.

DIREÇÃO

Composta por 5 pessoas, é o órgão responsável pela administração e gestão corrente, pela representação legal e pela coordenação da representação externa da associação. Desta forma, concretiza as linhas gerais de ação aprovadas pelo Conselho Geral, promovendo todas as atividades necessárias para executar os objetivos associativos.

Presidente: Francisco Ferreira


O que faz: Professor na área de ambiente na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT-UNL).

O que destaca: Tem participado ao longo dos anos nas principais conferências das Nações Unidas na área das alterações climáticas e desenvolvimento sustentável.

Na ZERO: Acompanha as áreas de alterações climáticas, energia e mobilidade.

Principal ambição: Gostava de ver Portugal com 100% de energia renovável em 2050.

Vice-presidente: Carla Graça


O que faz: Formadora na área do ambiente e tradutora técnica; mestranda em Engenharia e Gestão da Água na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT-UNL).

O que destaca: Coordenação de projetos nas áreas de recursos hídricos e de participação cívica.

Na ZERO: Acompanha as áreas de recursos hídricos, solo e gestão de território.

Principal ambição: gostava de ver Portugal com ZERO poluição da água e 100% das massas de água com excelente qualidade em 2030.

Secretária: Susana Fonseca


O que faz: investigadora de pós-doutoramento no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS-UL).

O que destaca: Membro do Conselho Nacional do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CNADS), durante 6 anos, em representação das Organizações Não Governamentais de Ambiente (ONGAS) nacionais.

Na ZERO: Acompanha as áreas de sociedades sustentáveis e novas formas de economia.

Principal ambição: Uma redução significativa da pegada ecológica de Portugal até 2050.

Tesoureira: Helena Amendoeira


O que faz: Aposentada da área das Finanças, contribui com o seu conhecimento técnico profissional em organizações sem fins lucrativos.

O que destaca: O envolvimento com diversas organizações sem fins lucrativos, para a sua organização interna e fiscal.

Na ZERO: Acompanha as áreas tesouraria e organização administrativa.

Principal ambição: Que a ZERO seja um exemplo de  transparência e credibilidade para o movimento associativo.

Vogal: Paulo Lucas


O que faz: Criação e desenvolvimento de diversos projectos na área da conservação de habitats e de espécies ameaçadas.

O que destaca: Participação activa e coordenação de projetos nas suas áreas de especialidade.

Na ZERO: Acompanha as áreas de biodiversidade, agricultura e florestas.

Principal ambição: gostava de ver Portugal a melhorar significativamente o estado de conservação de habitats e espécies na próxima década.

 

Conselho Geral

É constituído por 21 membros (5 elementos da Direção, 5 eleitos por lista, 6 eleitos uninominalmente e até 5 coordenadores de áreas temáticas) e é o verdadeiro órgão estratégico da associação. Tem por competências: aprovar e acompanhar a execução do Programa de Atividades e Orçamento da Associação; emitir pareceres sobre qualquer questão relacionada com a execução do Programa, com carácter vinculativo; aprovar os regulamentos internos sob proposta da Direção para submissão à Assembleia Geral; mediar e gerir conflitos e aprovar a criação de áreas temáticas, sob proposta da Direção.

Elementos do Conselho Geral:

- Ana Rita Antunes

 - Carlos Canau

-  Inês Pereira

-  Joaquim Peixoto

- José Paulo Martins

-  José Pedro Martins Barata

- Júlia Seixas

- Nuno Forner

- Inês Cosme

- Paulo Magalhães

- Sara Barão

E-mail: zero@zero.ong

Conselho Fiscal

Compete elaborar pareceres sobre o relatório e contas apresentadas pela Direção relativamente a cada exercício. Para além disso, o seu papel será igualmente importante na construção da avaliação e no aconselhamento referente à gestão financeira da associação.

Presidente: Sérgio do Cabo

Secretária: Emília Araújo

Relator: Abel Pinto

E-mail: zero@zero.ong

Mesa da Assembleia Geral

Dirige o órgão deliberativo máximo da Associação que é a Assembleia Geral (sendo composta por todos os associados no gozo dos seus direitos estatutários) e que tem lugar uma vez por ano, havendo eleições de três em três anos. A Mesa da Assembleia Geral tem competência para convocar reuniões da Assembleia Geral e, pelo facto de dirigir os trabalhos e tratar dos conteúdos mais relevantes, assume uma tarefa decisiva na estruturação e no funcionamento da associação.

Presidente: Maria de Lurdes Cravo

Vice-Presidente: Esmeralda Rodrigues

Secretária: Ana Barata

E-mail: zero@zero.ong