A ZERO decidiu associar-se à Iniciativa “Save Bees and Farmers” para eliminar progressivamente os pesticidas sintéticos até 2035, apoiar os agricultores e salvar as abelhas e a natureza. A iniciativa, que abrange 90 organizações de 17 países da UE, incluindo associações de agricultores biológicos, pretende reunir um milhão de assinaturas até setembro de 2020, por forma a exigir à Comissão Europeia e ao Parlamento Europeu legislação que proíba os pesticidas sintéticos.

De salientar que recentemente muitos cientistas solicitaram uma transformação urgente na agricultura para travar o colapso dos processos naturais, já que um quarto dos animais selvagens da Europa está seriamente ameaçado, metade de habitats naturais e seminaturais estão em estado de conservação desfavorável e os serviços dos ecossistemas estão em processo acelerado de degradação.

No meio de tudo isto, milhões de agricultores estão pressionados por preços injustos, falta de apoio político e pelas multinacionais que controlam o comércio de sementes, de fertilizantes e de pesticidas, situação que levou já ao abandono de quatro milhões de pequenas propriedades entre 2005 e 2016 na União Europeia.

Assim, Iniciativa “Save Bees and Farmers” exige à Comissão Europeia a apresentar propostas legislativas para:

  • Eliminação gradual de pesticidas sintéticos até 2035: Eliminação gradual de pesticidas sintéticos na agricultura da UE em 80% até 2030, começando pelos mais perigosos, para a tornar 100% livre de pesticidas sintéticos até 2035;
  • Restaurar a biodiversidade: Restaurar ecossistemas em áreas agrícolas para que a agricultura se torne um vetor de recuperação da biodiversidade;
  • Apoiar os agricultores na transição: reformar a agricultura dando prioridade à pequena agricultura, diversificada e sustentável, apoiando um rápido incremento das práticas agroecológicas e biológicas e permitindo formação e investigação independentes baseados em agricultores na agricultura livre de pesticidas e OGM.

 

Subscreva a campanha aqui https://www.savebeesandfarmers.eu/.
Importante: campanha em vigor até final de setembro de 2020.

 

PODE TAMBÉM TER INTERESSE EM: