post

Termina amanhã, 10/maio, 6ª feira, pelas 13h, na Praça da Ribeira no Porto.

Num momento em que são emergentes as preocupações ambientais da sociedade, Sofia Guedes Vaz em parceria com a ZERO percorreu a pé ao longo de 16 dias a distância que separa as cidades de Lisboa e Porto, trajeto que começou a 25 de abril.

Num exercício de reflexão diária, Sofia Guedes Vaz e a ZERO, em particular através de curtas crónicas diárias na rádio TSF, chamaram a atenção para a realidade que foi encontrando ao longo do trajeto, numa perspetiva de caminhante, onde se incluíram paisagens lindas, natureza e biodiversidade, mas também zonas agressivas de indústria, de agricultura intensiva, de algum lixo, de monoculturas de pinheiros e eucaliptos sem fim e de estradas e mais estradas.

Foi também uma caminhada em solidariedade com todos os jovens que como Greta Thunberg, estão preocupados com o ambiente e futuro do planeta, com os problemas como as alterações climáticas, a poluição dos rios e oceanos, a extinção das espécies ou a sustentabilidade da vida no planeta. Aliás, no tempo decorrido, um conjunto de peritos das Nações Unidas alertou para o facto de perto de 1 milhão de espécies estás em risco de extinção até 2050, provavelmente a maior taxa de extinção global de sempre e num curto intervalo de tempo e de certeza e pior e mais rápida pelo menos nos últimos 10 milhões de anos, com as alterações climáticas a desempenharem um papel relevante. Este mesmo período o Reino Unido admitia no seu Parlamento um estado de emergência climática.

Esta foi uma jornada que pretendeu ser uma fonte de inspiração para pensarmos o ambiente em Portugal e que teve inúmeros seguidores através da rádio, nas redes sociais e inclusive em diversas partes do trajeto.

Pode-se ainda acompanhar e interagir com a Sofia nas redes sociais em:

Facebook –  @ZEROasts @sofia.vaz.35

Twitter –  @ZEROasts  @sofiagvaz

Instagram – zeroasts  sofiagvaz007

A protagonista

Sofia Guedes Vaz é associada da ZERO e é investigadora na área de consumo sustentável. Nasceu em Lisboa em 1964 e tem um Doutoramento em Filosofia da Natureza e do Ambiente, FL/UL (2008) e um MSc em Env. Technology – Ecological Management, Imperial College, Univ. of London (1993). Licenciou-se em Engenharia do Ambiente na FCT / UNL (1989). Em 2004 trabalhou no Joint Research Centre (DG Investigação – União Europeia), Ispra – Itália e antes do doutoramento na Agência Europeia do Ambiente, sediada na Dinamarca (1997 – 2003). Foi técnica especialista no Gabinete da Ministra do Ambiente e depois da Agricultura e do Mar entre 2012 e 2015. Autora do Ensaio Ambiente em Portugal da Fundação Francisco Manuel dos Santos em 2016. Membro da direção da Sociedade de Ética Ambiente.