post

Parecer ZERO – Consulta Pública – Apreciação prévia de sujeição a procedimento de Avaliação de Impacte Ambiental do projeto “Sondagem de Pesquisa Santola 1X”

A ZERO deu já elaborou o seu parecer sobre a Apreciação prévia de sujeição a procedimento de Avaliação de Impacte Ambiental do projeto “Sondagem de Pesquisa Santola 1X”. Descarregue o ficheiro abaixo e fique a saber o conteúdo da posição enviada.

Descarregue aqui o Parecer da ZERO

 

 

post

Assembleia Geral da ZERO 2018

10 de março | 13:30 horas | Pedrógão – Torres Novas 

No próximo dia 10 de março realizar-se-á a segunda Assembleia-Geral da ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável, conforme aviso convocatório abaixo.

A Assembleia Geral terá início às 13.30h, se estiverem presentes metade dos asssociado(a)s ou meia hora depois (ou seja, às 14h), caso tal não ocorra, decorrendo a sessão com os Associados presentes.

Para além da habitual apreciação e votação do relatório de atividades e relatório de contas relativos a 2017 e da apreciação do plano de atividades e orçamento para 2018, haverá lugar para um almoço convívio com início às 12h. Será um almoço partilhado, pelo que o ideal será que cada Associado traga algo para repartir com os presentes.

Esperamos por todos vós, para que possamos ter uma discussão aberta e participada, com uma ampla partilha de ideias e propostas, com vista a fortalecer a capacidade de intervenção da ZERO na sociedade.

Até dia 10 de março!


Aviso Convocatório

Assembleia Geral Ordinária

Pedrógão-Torres Novas, 10 de março de 2018

De acordo com o número 4, do artigo 11º dos Estatutos, convocam-se os/as associados/as da ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável para uma Assembleia Geral Ordinária, a realizar na sede da Junta de Freguesia de Pedrógão, sita Rua Joaquim Cordeiro Castro n.º 6, 2350-243 Pedrógão – Torres Novas, no dia 10 de março de 2017 (sábado), com início às 14:30 horas e com a seguinte Ordem de Trabalhos:

Ordem de trabalhos:

1 – Apreciação e votação do Relatório de Atividades da Associação relativo ao exercício do ano de 2017;

2 – Apreciação e votação do Balanço, do Relatório e Contas da Associação e do Parecer do Conselho Fiscal relativo ao exercício do ano de 2017;

3 – Apreciação do Plano de Atividades e do Orçamento relativo ao exercício do ano de 2018.

Em conformidade com o enquadramento legal, a Assembleia-Geral Ordinária reunirá em primeira convocatória se estiverem presentes mais de metade dos/as associados/as, com direito a voto, e em segunda convocatória, meia hora depois, com qualquer número de associados/as presentes.

Porto, 9 de fevereiro de 2018

A Presidente da Mesa da Assembleia Geral                                                       

(Maria de Lurdes Cravo Anjo)


Documentos:

Relatório de Gestão 2017 – Aprovado

Balanço 2017 – Aprovado

Demonstração de Resultados 2017 – Aprovado

Parecer do Conselho Fiscal relativo às Contas 2017

Relatório de Atividades de 2017 – Aprovado

Programa de Atividades ZERO para 2018 – Aprovado em Conselho Geral em 4 de Fevereiro de 2018

Orçamento para 2018 – Aprovado em Conselho Geral em 4 de Fevereiro de 2018

post

Entidades financiadoras da ZERO – 2017

Dando resposta a uma solicitação dos Associados, na última Assembleia Geral, realizada no 18 de Fevereiro, em Pedrógão (Torres Novas), disponibilizamos publicamente a lista das entidades financiadoras da ZERO no ano de 2017.

Entidade Valor do apoio Projecto/Área de Intervenção
Sisav 3 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Ecogestus 250,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Residel 1 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Heinrich-Boll 300,00 Compensação escrita de artigo sobre 4 dias de consumo de renováveis em Portugal
APREN 1 230,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas às Alterações Climáticas
Valorcar 2 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Fuschiafusion 2 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Egeo 1 500,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Ambimed 2 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Sogilub 5 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Citri 3 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
ECOS 6 174,00 Projeto Pan Europeu Access
Ambicare 500,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
ECF 5 578,00 Acompanhamento da Dicussão Europeia sobre o Winter Package para a Energia
EIA 25 000,00 Projeto Europeu Gases Fluorados
AGENEAL 147,60 Geral
Secretaria Geral Ministério do Ambiente 54 565,00 Casa Comum da Humanidade
Cambenerg 1 000,00 Donativo para cálculo pegada ecológica de Portugal
Abapor 1 200,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Biological 1 200,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Stichting Birdlife 16 181,20 Projeto Europeu sobre Bioenergia
A Socorsul 1 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Sotembal 1 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Vimajas 500,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Ambigroup 1 500,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Associação de Desenvimento FLUL 307,50 Participação em Workshop
Enviroil II 1 500,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Câmara Municipal de Almada 1 420,65 Sessões de sensibilização no CIMIA
Regional Center 1 150,00 Apoio à organização e promoção do Filme de Al Gore
Programa LIFE da União Europeia 19 315,20 LIFE AskREACH
Câmara Municipal de Almada 15 000,00 Projeto Pegada Ecológica dos Municípios
Sisav 3 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Ecodeal 4 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Câmara Municipal de Guimarães 20 000,00 Projeto Pegada Ecológica dos Municípios
Câmara Municipal de Oeiras 8 411,97 Monitorização Famílias em Oeiras
Extruplas 1 200,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Interecycling 2 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Residel 1 200,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos
Apren 3 000,00 Projeto Powerquiz
Zero Waste EUROPE 1 000,00 Apoio à realização Workshop “Descartável e Excesso de Embalagem”
Apren 1 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas às Alterações Climáticas
InstITUTO PortUGUÊS DO DespORTO e JuvENTUDE 2 500,00 Apoio para tradução para inglês do livro de autoria do Francisco Ferreira “Boas práticas Ambientais no Desporto”
Valormed 2 000,00 Promoção do correto encaminhamento das embalagens e dos restos de medicamentos
Valor Rib 1 000,00 Acompanhamento das Políticas Públicas relativas aos Resíduos

A Direção da ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável

31 de Dezembro de 2017

post

O Livro Negro da Bioenergia

“Muitos recusam-se em acreditar que as atuais políticas energéticas levam ao uso excessivo de culturas e árvores para a bioenergia. No entanto, há uma ampla evidência de que esta é uma área onde “boas intenções“ foram “más“. Enquanto alguns estão familiarizados com as notícias da Indonésia (desmatação de florestas tropicais para plantações de óleo de palma) ou dos EUA (devastação florestal nos estados do sul para a lucrativa indústria de pellets), a maioria das pessoas ficará surpresa ao saber que existem cenários semelhantes aqui mesmo na Europa – desde as florestas do leste da Eslováquia até às das Ilhas Canárias.” 

O Livro Negro da Bioenergia coloca em destaque 8 casos que desmascaram os culpados por trás da aldrabice do carbono da bioenergia. Estes casos – ocorrem na Europa ou estão ligados aos consumidores europeus comerciais e domésticos – não são exemplos isolados de práticas abusivas invulgares. As amplas investigações no terreno e pesquisas com base em diversas fontes locais e internacionais, mostraram que esses casos são indicativos de “má bioenergia“ generalizada.

 

Descarregue aqui a versão digital

post

Parecer ZERO – Consulta pública – Estratégia Nacional de Educação Ambiental (ENEA 2020)

A ZERO deu já elaborou o seu parecer sobre a proposta de Estratégia Nacional de Educação Ambiental. Descarregue o ficheiro abaixo e fique a saber o conteúdo da posição enviada. Poderá consultar ainda quais os contributos da ZERO em sede do roteiro de elaboração da ENEA 2020.

Parecer ZERO ENEA 2020

Créditos foto: Jean Pierre Cokelberghs (CC0 Public Domain)

post

Entidades financiadores da ZERO – 2016

Dando resposta a uma solicitação dos Associados, na última Assembleia Geral, realizada no 18 de Fevereiro, em Pedrógão (Torres Novas), disponibilizamos publicamente a lista das entidades financiadoras da ZERO no ano de 2016.

Environmental Investigation Agency – Projeto Gases Fluorados
Ger Imotion (Roche) – donativo por participação em conferência
Secretaria Geral do Ministério do Ambiente – Iniciativa Casa Comum da Humanidade
CM Almada – Dinamização e acompanhamento da exposição Missão Reduzir
Ecodeal – Acompanhamento de políticas públicas na área dos Resíduos
Câmara Municipal de Almada – Projecto Comboa
Câmara Municipal do  Porto – Iniciativa Casa Comum da Humanidade
APREN – Participação na 22ª Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas

post

Contributos ZERO – Consulta Pública – Reforma das Florestas

A ZERO participou na consulta pública e enviou contributos e sugestões de melhoria dos documentos apresentados pelo Governo Português. Mais abaixo estão disponíveis as ligações para descarregar os documentos relativos a cada proposta.
 
1. Alteração ao Sistema Nacional de Defesa da Floresta contra Incêndios
 
 
2. Cria o banco nacional de terras para utilização agrícola, florestal ou silvopastoril e o Fundo de Mobilização de Terras
 
 
 3. Autoriza o Governo a criar no âmbito da reforma florestal, um conjunto de incentivos fiscais e emolumentares alterando o Estatuto dos Benefícios Fiscais e o Regulamento Emolumentar dos Registos e Notariado
 
 
 4. Cria um sistema de informação cadastral simplificada
 
 
 5. Alteração ao regime jurídico aplicável às ações de arborização e rearborização
 
  
 6. Alteração ao regime de criação das zonas de intervenção florestal
 
 
 7. Regime jurídico de reconhecimento das sociedades de gestão florestal
 
 
 8. Aprova o Programa Nacional de Fogo Controlado
 
 

 9. Aprova um regime especial e extraordinário para a instalação e exploração, por municípios, de novas centrais de valorização de resíduos de biomassa florestal

Contributo ZERO

 10. Alteração ao Regime Jurídico dos Planos de Ordenamento, de Gestão e de Intervenção de Âmbito Florestal